terça-feira, 26 de julho de 2011

Burro e casmurro -.-




Não sei porque simplesmente não consigo seguir o caminho que a minha mãe me diz, podia ser um como muitos e desatar por aí a andar com raparigas até te esquecer. Enfim, mas não sou capaz disso, prefiro estar aqui a sofrer e saber que o erro não é meu... podia "abrir-te" os olhos de outra maneira, mas não, desta vez gostava que tudo acontecesse sem nenhuma atitude minha, sem que a palavra "perder" entrasse neste episódio... Eu sou um rapaz que mais parece uma rapariga, desato a chorar e depois não paro, e como diz a minha mãe "tudo isso por causa de um namoro de adolescência?" pois é, mas tal como lhe disse hoje isto para mim não foi um simples namoro de adolescência, e quando lhe disse que essa pessoa já foi das pessoas mais importantes da minha vida ela até ficou de boca aberta. Não é preciso ser adulto para gostar verdadeiramente de uma pessoa, para dar a devida importância a um relacionamento. Eu tinha a certeza de uma coisa, fiz tudo por ela, acreditei que tinha futuro, e sei que talvez tivesse mesmo. As atitudes revelam o carácter de uma pessoa, sentimentos, emoções, laços, amizades. Tudo isto é a verdade pura, as atitudes revelam tudo. Se eu não quiser a amizade de uma pessoa não lhe falo. Se quiser mais que amizade dou-lhe importância e falo com essa pessoa, torno a conversa agradável. Se quiser a amizade, tento aproximar-me dessa pessoa, e debate-se os gostos um do outro. Outra coisa que queria dizer, é que para além das atitudes, os olhares dizem tudo. Se estiver sempre a olhar para uma rapariga é porque ela me "cativa", porque me agradou, ou ate porque sinto algo por ela.
Com olhares não são necessárias palavras. Um sentimento, ou mesmo uma "vida que se tem levado" pode resumir-se a um simples olhar. (lembrei-me das pessoas abandonadas)
Depois disto, sei que não muitas pessoas visitam o meu blog, mas as que vierem dêem uma opinião, pois eu posso estar errado.

2 comentários:

Filipe disse...

Obrigado gay! Olha quem fala também, por este texto. E em relação a ele, um dos teus problemas foi ser impulsivo, mas se achavas que era vez necessário talvez fizes-te bem :)

Diana Ochôa disse...

pois é :/ ha sempre alguém ou algo que nos impede ...
haa tambem gostas do narutoo ontem nao estava a aparecer a imagem ! :D
esta música é mesmo linda ne? :D
"Não é preciso ser adulto para gostar verdadeiramente de uma pessoa, para dar a devida importância a um relacionamento." pois lá nisso tens razão !
e não , não estás enganado . Acredita que não ,simplesmente ha pessoas que pensam de outra maneira :/ mas pronto . Acredita em ti e se estas a passar por uma situação má é porque consegues superá-la !